segunda-feira, 26 de abril de 2010

Bem vindo ao Brasil!


“Bandido bom é bandido morto e enterrado em pé para ocupar pouco espaço no cemitério.”(Luiz Carlos Alborghetti)
Acabei de ver essa notícia no mínimo repugnante em uma comunidade do orkut (Dead Fish)
Ia dar uma pausa nas postagens, pelo menos até fim de semana pra não ficar postando muito e atropelar tudo por aqui, mas isso tem que ser bem divulgado, mesmo que ninguém vá fazer nada!
O MAIOR DOS ABSURDOS:
Você sabe o que é o AUXÍLIO RECLUSÃO?
Todo presidiário com filhos tem direito a uma bolsa que, a partir de 1º/1/2010 é de R$798,30 por filho para sustentar a família, já que o coitadinho não pode trabalhar para sustentar os filhos por estar preso. Mais que um salário mínimo que muita gente por aí rala pra conseguir e manter uma família inteira.
Ou seja, (falando agora no popular pra ser entendido)
Bandido com 5 filhos, além de comandar o crime de dentro das prisões, comer e beber nas costas de quem trabalha e/ou paga impostos, ainda tem direito a receber auxílio reclusão de R$3.991,50 da Previdência Social.
Qual pai de família com 5 filhos recebe um salário suado igual ou mesmo um aposentado que trabalhou e contribuiu a vida inteira e ainda tem que se submeter ao fator previdenciário?
Mesmo que seja um auxílio temporário, prisão não é colônia de férias.
Isto é um incentivo a criminalidade nesse pais de merda, formado por corruptos e ladrões.
Não acredita?
Confira no site da Previdência Social.
Portaria nº 48, de 12/2/2009, do INSS
http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22
Pergunto-lhes:
1. Vale a pena estudar e ter uma profissão?
2. Trabalhar 30 dias para receber salário mínimo de R$510,00, fazer malabarismo com orçamento pra manter a família?
3. Viver endividado com prestações da TV, do celular ou do carro que você não pode ostentar pra não ser assaltado?
4. Viver recluso atrás das grades de sua casa?
5. Por acaso os filhos do sujeito que foi morto pelo coitadinho que está preso, recebe uma bolsa de R$798,30 para seu sustento?
6. Já viu algum defensor dos direitos humanos defendendo esta bolsa para os filhos das vítimas?
7. Você acredita nas promessas dos políticos corruptos, ladrões eleitos pela grande massa de ignorantes em nosso pais?
8. Você acredita no discurso da polícia que está se esforçando pra diminuir a criminalidade?


_____________________________________________________________________________________
Depois dessa linda mensagem, deixo vocês com um vídeo. São alguns bandidos não sei de onde sendo queimados vivos, isso mesmo, ladrões e assassinos sendo queimados vivos depois de serem capturados pela polícia e entregue a população para serem linxados! Se vocês acharem o vídeo muito forte ou um pecado queimar eles, pense na notícia acima e reflitam melhor!

video

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Semi - Insanidade [1]

(...) Vai a merda, isso mesmo cara, porque todo mundo não vai a merda sei lá, é uma coisa que me revolta muito, saber que as pessoas não se mancam, também só o fato de as pessoas me irritarem profundamente, não, beleza não são todas, mas a grande maioria! Penso que o grande motivo do meu medo de sair de casa, medo das "pessoas da rua" na verdade é esse, elas me irritam e na verdade o meu medo não é delas e sim de mim mesmo! Medo de sair falando tudo o que eu penso pra cada um sabe, fazer o que eu tenho vontade de fazer em (Com) certos lugares, porque, puta que pariu por um lado seria lindo, fortificante para a alma e, principalmente para a sanidade mental, mas imagina só, um cara com um par de alargadores digamos "enormes" nas orelhas, um monte de tatuagens e barbicha gigante, pra descrever o mínimo, quebrando tudo e xingando todos por ai, até o mais doente ficaria lá, estático! Nem preso não ia, já trancavam no porão do sanatório, sem água nem comida. CERTEZA!
Mas é difícil aguentar, todo mundo diz existir aquela válvula de escape, que na teoria é uma maravilha, porra, imagina só você ter algo que faz sua raiva sumir?! Mas o que ninguém revela é que normalmente nossa válvula de escape são aqueles que estão do nosso lado todos os dias, que muita namorada desconta no namorado, fala um monte de bobagens, faz um monte de merda, beleza, se acalma e muito, mas o pior ainda vem ai, malandro e essa parte é a que me deixa com mais ódio, deixa meu coração negro como o Mussum. A filha da puta pensa que é só falar "Ow, desculpa" e acabou, pronto tudo o que ela havia falado desapareceu da minha memória, mas tem outra que é muito boa. Ela vem, fala um monte de lixo inútil, você só escuta indignado e pensando "Mano, por que será que quando cago eu mijo, mas quando mijo não cago?" Daí quando a desgraçada cala a maldita boca e você fala alguma coisa, ela entende errado e a situação vira contra você, ai meu amigo, nem as simples desculpas ela pede e você é quem tem que se desculpar e pra elas não adianta só pedir desculpas, tem que levar pra jantar, comprar presente, tatuar o nome dela e esquentar o rabo da gracinha dois dias e duas noites.

E cara, de coração mesmo, eu não tenho essa válvula de escape, não desconto em ninguém guardo só pra mim mesmo e pronto, em poucas ocasiões desconto em mim mesmo, por exemplo socando a parede e quebrando a mão, PUTA IDIOTICE, mas nós homens temos isso dentro de nós, socar tudo o que for existente. Enfim, lavo louça, assisto vídeos "engraçados" por ai, tudo menos descontar em outra pessoa.
Falando em vídeos "engraçados", isso mesmo, "engraçados" entre aspas, porque acho que tenho problema, aliás, CERTEZA que tenho, mas enfim. Não acho a mínima graça na maioria dos vídeos jogados ai pela internet, a não ser os de desgraças né, esses são engraçados e FIM. Mas bebê brincando com gato, e sei lá mais quais vídeos supostamente engraçados, todos, TODOS muito sem graça e acho que quem ri deles é mais sem graça ainda, certeza que são todos fãs do Datena, que é outro panaca, mas até que pode-se considerar ele alguma coisa, porque controlar tantas mentes assim não é pra qualquer um , você tem que ter uma grande empresa e Marinho no nome ou então pode esquecer, vai sempre estar um (Um?) passo atrás. Claro, Datena não é um rapas global, apesar de parecer um globo aquele gordo escroto, mas cara ele fala como o povo, se dirige a eles, olha como eles, enfim é um babaca de pensamentos pequenos como a maioria das pessoas. E você vem e me diz, pensamentos pequenos? Querer ter uma mansão, ser bem sucedido é pensar pequeno? Claro que é, sua besta! Mas claro, todos vão criticar, e blá blá blá, todas aquelas coisas que eu ignoro, porra meu amigo, fala o que quiser EU NÃO LIGO! Segue meu pensamento: Você compra um carro para ir trabalhar e vai trabalhar para pagar o carro!
Esta pensando grande coleguinha? A é? Que bom, mas eu prefiro não ser aquele velho gordo sem historias pra contar, sentado na varanda esperando a morte e o dinheiro do INSS, que é uma coisa que eu abomino, já não pago imposto e nunca vou pagar por isso, meu nome é sujo e não vou limpa-lo nunca, meus documentos já eram e só estou tirando outros pra poder viajar, porque a nossa querida policia adora encher o saco de quem viaja sem documentos, mas como eu dizia, já sou e penso assim pra nunca ninguém vim e falar pra mim que é mais que justo receber aposentadoria, justo é o cu da tua mãe que te cagou no mundo! Desde quando o tanto que eles pagam e a forma que eles pagam é justo? Porra, não quero e graças a meu desprendimento (Cabaçada lê idiotice) mundano não vou depender!
E os putos do governo ainda fazem "associação dos aposentados" nas cidades, mandam cartinhas cheias de lixo literário para os coitados que nem de binóculo conseguem ler a parada, por falar em lixo literário, cara uma coisa que a maioria dos idosos adoram e insistem que adoremos também é a bíblia, nossa, vai se fuder! Alguém já leu algumas páginas daquilo pensando com o cérebro? Certeza que não, velho fico aqui imaginando como uma pessoa pode seguir um livro tão incoerente e sacana como aquele, a coisa mais manjada do mundo, o bagulho por anos foi editado por padres, bispos, papas e vários outros marginais da mais alta periculosidade, como, COMO as pessoas ainda aceitam os padres?! Depois de todos esses anos, séculos, milênios, anos luz de pedofilia, torturas, santa inquisição e o caralho a quatro feitos pela igreja, isso a católica, sendo específico, e os crentes? Igreja Universal, haha, parceiro, não vou nem citar todos os crimes! E só pra comentar sobre crimes, lembrei de um vídeo que eu vi e mostrei pra um amigo, foi na verdade um passa e repassa do caralho, um amigo me passou e passei pra outro amigo, é, tem que ser assim já que essas coisas a TV não mostra, a verdade é totalmente escondida ou distorcida para nós, mas enfim! Alguns bandidinhos sendo queimados vivos velho, o cara comentou comigo: "porra mano, os cara vai queimar quem "rouba galinha", tinha que queimar os políticos corruptos, desses ninguém vai atrás"(Não nessas palavras), mas é isso mesmo, o povo se preocupa com coisas mínimas e as que realmente importam fazem vista grossa, por exemplo, um moleque que come e iengravida dez meninas se torna o herói da turma, já a menina que da pra dois caras, se torna a grande e odiosa prostituta pro resto da sua vida, sim, esse é um exemplo besta, mas vamos a outro.
Uma mãe vai ao supermercado, sem dinheiro algum no bolso, vendo seus três filhos morrendo de fome e que sua familia inteira a abandonou seu marido disse que ia comprar cigarros e nunca mais voltou, resolve roubar um pacote de bolachas e é pega, sabe o que acontece? A mulher vai presa cara, isso mesmo, ela vai em cana sem dó nem piedade. Ai um deputado, muito do filha da puta, é pego roubando milhões do estado, sabe o que acontece? NADA, puta merda, não acontece nada velho, ele só "pede demissão" e vai pra Suíça tirar umas férias. E sabe o que o povo fala sobre a mulher? Xinga, bate, condena até a morte e sobre o deputadinho o que falam? NÃO PRECISO NEM FALAR!
Agora, como não vou ter vontade de sair falando merda pra todo mundo, como não vou ter vontade de queimar o mundo inteiro?! As pessoas na grande maioria não tem cérebro, ou pelo menos finge não ter, também tem algumas que parecem ter, mas na verdade são apenas modelinhos americanos, mas esse é um assunto que não vou entrar, se quer saber minha opinião sobre isso,
Leia algumas postagens anteriores e vai saber e entender bem.
Bom, a grande conclusão sobre nosso lindo mundo de hoje é simples, a revolução esta em coma profundo, cada vez mais temos mais cores e menos rock, o pobre cada vez fica mais pobre e o rico cada vez mais rico, rico e aprisionado(Os coitados acham que aquelas grades são proteção, mas agente aqui de fora vê que não passam de prisão) e quanto nós deixarmos tanta gente ter tantos privilégios assim na "nossa sociedade" cada vez mais vamos perder direitos. Bom estava quase terminando, mas me incomodei com "nossa sociedade", sociedade é uma mentira e dizer nossa é mais mentira ainda. Isso não é uma sociedade e duvido que um dia foi!
Sociedade seria o que? Um monte de gente competindo, se matando, roubando, fazendo um grande peneirão de quem presta e quem não presta? Isso pra mim é um "matadouro olímpico" e não uma sociedade. Se é que ainda existe isso, é as indígenas, mas as que ainda não se entregaram aos malditos "colonizadores modernos" que destroem as culturas e tudo mais que os índios tem, fora isso, não considero e nem acredito em nenhum tipo de sociedade!
Agora depois de tudo isso, espero que nenhum puto venha me falar, "pra que toda essa violência gratuita?" Porque violência gratuita é sua existência, é o fato de sua mãe ainda estar viva atrás da porta contando as moedas pra não ter que pagar outro boquete pra jogar Mario na games da esquina!
Enfim, é o fim!

PS: HTML de cu, é rola!

domingo, 18 de abril de 2010

Revolucionário de feriados


(...) Ninguém aqui é digno de se quer pensar em expor suas idéias pré-revolucionarias, se dizer um "Che" e abaixar a cabeça a cada dificuldade encontrada pelo caminho! Estampar na pele "Melhor morrer em pé do que viver de joelhos" e diariamente "chupar o pau" de um patrão abusivo, que mal paga um salário inteiro, que no caso seria o mínimo para sustentar sua família. Ninguém aqui tem a moral necessária para assistir na TV um político discursando suas não verdades, dar um soco na mesa, levantar e gritar "FODA-SE FILHO DA PUTA". Sendo que na próxima eleição aceita uma cerveja para votar no mesmo e ainda no meio do mandato do pilantra dizer: "Ele rouba, mas esta ajudando o povo!".
Ninguém aqui é digno de se dizer anti-capitalismo, ter uma mercearia e não permitir que uma senhora, mãe solteira leve um saco de arroz por um real a menos!
Ninguém aqui é digno de se dizer amante dos animais e gastar mais de cem reais por mês no açougue, comer aquela costela de porco e lamber os dedos sem nem imaginar o quanto aquele porco sofreu para que ele pudesse estar lá se fartando. Ver um animal sendo obrigado a pular num arco em chamas no circo e dar risada, mesmo vendo que o treinador espanca o bicho para que ele realize o salto.

Ninguém aqui é obrigado a ler meu manuscrito de revolta, ler algo de alguém que é tão ou mais hipócrita que você!

quarta-feira, 14 de abril de 2010

O copo dançarino

Depois de Marcos, Geraldo e alguns amigos fazerem a brincadeira do copo, na ANIMADA festa de despedida de Monique. Uma semana depois exatamente, Marcos incomodado com o que aconteceu manda uma carta para Geraldo e todos os seus amigos, não me recordo com detalhes o que havia na carta, mas boa parte dela vou-lhes contar agora! Era mais ou menos isso:
"Eu pensei muito sobre tal dia e sues acontecimentos, como você sabe eu não tenho crenças em deuses ou divindades santas ou não. Sendo assim como ficaria para mim a brincadeira do copo? Uma alma que vagava pelo nada implorando por comunicação? Não, então pensei e cheguei a uma conclusão!
Antes quero deixa claro no que acredito, coisa que também não é segredo, mas vamos lá:
Acredito que cada ser humano carrega dentro de si uma energia, energia que pode controlar tudo em sua vida. Esse controle é chamado pela maioria de fé, são coisas que nós mesmos fazemos, mas acabamos por dizer e acreditar que foi d-u$. Nós temos uma força incrível e não admitida dentro de nós, com nosso pensamento podemos fazer tudo!
Outra coisa a ser esclarecida ou melhor lembrada é nosso sub-consciente, uma coisa que nós não podemos controlar e muitas vezes admitir (Não sua existência).
Enfim, a brincadeira do copo não é nada mais do que nossa força interior agindo juntamente com nosso sub-consciente! Respostas certas, erradas, coerentes incoerentes. Tudo fruto de nós mesmos.
Antes de pensar “Não existem almas?” Lembrem-se o tanto de energia que nosso corpo produz, quanto de energia não deve ser preciso para manter nossos cérebros funcionando, essa energia é a verdadeira alma, nós somos nossos próprios deuses."
Depois disso, sabe-se que até tentaram falar com Marcos, várias ligações, Emails, pombos correios, etc. Mas ninguém conseguiu um diálogo com ele, dizem por ai que Marcos chegou estranho quando chegou, até procurou um psiquiatra, mas não melhorava! A ultima satisfação que ele deu para alguém, foi para uma de suas "peguetes", disse que iria acampar, ficar um pouco sozinho e pensar sobre a vida. Depois disso ninguém ouviu mais falar dele.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Pensamento [3]

A liberdade não é a mesma para todos em um conjunto ou união, seja ela(e) qual for!



PS: Não mesmo, nunca!

domingo, 11 de abril de 2010

Pensamento [2]

(. . . ) Depois dessa geração, o mundo ocidental estará acabado!
A média de filhos por familias islâmicas é de 8 filhos por familia, não existe "viadagem", ou o cara é homem, casa com uma meia dúzia de mulheres, põe um zilhao de filhos no mundo ou ou é uma "bixona" e é morto na paulada! (. . . )

Créditos a Gamarra

sexta-feira, 9 de abril de 2010

MPB (?)



Eu me acho nacionalista demais para deixar de odiar os novos musicos brasileiros e alguns dos antigos também! Como não odiar pseudo amantes da pátria, clones americanos que pensam enganar alguém , ilusionistas fazendo lavagem cerebral na juventude, que por eles mesmo já estão deixando toda a sua escência brasileira morrer.

Assistir na televisão um cara dizer que toca MPB e ouvi-lo riscar musicas em inglês no violão, o mesmo cara com a camiseta do brasil contando como é sua vida em Nova York e como prefere morar lá pela segurança e facilidade de ganhar dinheiro pra tocar musica brasileiras nos bares do Texas. Ser obrigado a ouvir um discurso de meia hora sobre a favela onde ele nasceu e as dificuldades que os atuais moradores de lá passam, os programas sociais que lá existem e que todos deveriam participar e se preocupar com tudo isso, mas claro, ele não precisa de nada disso, pode fiscalizar isso do seu endereço em São Paulo o Alphaville! Não deixando de citar que a maioria desses super patriotas, tem tatuagens em homenagem ao Brasil, mas claro, feitas nos Estados Unidos.

São esses Brasileiros anti Brasileirinho que me enojam, me fazem a cada dia desistir de pelo menos ouvir nossos grandes musicos (Inter)nacionais!

Cesare Battisti e os 40 anos de 68




Numa dessas quintas feiras. Dia de visita na Policia Federal de Brasília. O lugar não inspira muita confiança, claro. Policiais entram e saem, com as suas mais diversas caras e disfraces. Enquanto nós esperamos pela nossa hora.

15hrs. Passamos com duas sacolas cheias: 4 pacotes de biscoito, 4 pêras, 4 goiabas, 4 maçãs, algumas garrafas de suco, cigarros, 2 livros, 5 folhas de papel soltas, tudo isso até a proxima quinta. Entramos na sala onde vamos encontrar o motivo de estarmos ali. Do outro lado do vidro, do outro lado do interfone, está Cesare Batisti.

Cesare Batisti tem 53 anos e esta preso em Brasília fazem 10 meses. Passou boa parte da sua vida na clandestinidade. E isso por que, como nós agora, acreditou e acredita em um mundo novo.

Na Itália dos anos 70, Cesare integrou os PAC- Proletários Armados para o Comunismo, grupo de vertente autonomista e divergente da organização mais famosa da epoca - As Brigadas Vermelhas.

Diferentemente das Brigadas, os PAC não acreditavam no centralismo operário como o grande motor revolucionário. Vários dos seus membros já tinham participado de outras organizações armadas, mas as tinham deixado por discordarem dos princípios maoístas-leninistas, da linha divisória entre teoria e ação e da hierarquia tradicional dos partidos. Segundo Cesare, "os PAC queriam se diferenciar dos outros grupos rejeitando o nome de "organização". Eram apenas uma sigla, representativa de "novos" princípios. Qualquer desconhecido podia agir em nome dessa sigla, sem limites geográficos e com total autonomia. Éramos uma palavra de ordem, que poderia ser apropriada por qualquer sujeito revolucionário que recusasse a doutrina da tomada do poder, tal como era entendida na época."

Fascinado pelas idéias dos Pac, Cesare passou a integrá-los em 1976. Mas a sua participação não chegou a durar 2 anos completos. Quando as Brigadas Vermelhas assasinam a Aldo Moro, em 9 de maio de 1978, Cesare e outros/as integrantes passam a repensar o uso da violência como resistência e o próprio grupo.

Daí se tira novo slogan dos PAC: "Sim à defesa armada, não aos atentados que acarretem morte humana". Mas, pelas próprias características da organização - descentralização, autonomia dos coletivos - qualquer tipo de controle não se mostra muito efetivo. E é assim que alguns meses depois, um assassinato de um carcereiro em Milão é reivindicado por um grupo que se identifica também como PAC.

Com esse assassinato, vários/as integrantes dos PAC decidem que, nesse momento, não se podia continuar revindicando "meia luta armada", como pretendiam com o slogan. Era necessário deixá-la de vez. É e então que Cesare resolve não só sair do grupo, como também tentar disolvê-los, conversando vezes e vezes com seu ex-companheiro Pietro Mutti.

Anos depois, o mesmo Pietro Mutti que o chamou de traidor por essa tentativa de dissolução dos PAC, é preso, torturado, e se torna um "Arrependido". "Arrependidx" é como aquelxs guerrilheirxs que, depois de presxs pelo governo italiano, e em busca de redução de pena ou liberdade, optaram por colaborar com o governo, delatando ex companheirxs de luta.

Pietro Mutti foi um dos grandes organizadores e idealizadores dos PAC. Depois, vira um dos mais famosxs arrependidxs. Denunciou a tanta gente, que sua pena de prisao perpétua foi anulada e hoje ele esté em liberdade. Contou tantas histórias diferentes, que chegou a ser ameaçado pelo governo de ser devolvido as celas junto com seus ex-companheirxs se não maneirasse nas invenções.

Pois é esse Pietro Mutti que denuncia a Cesare como autor de 4 homicidios. Apenas um deles aconteceu quando Cesare estava na organização. Dois deles aconteceram simultáneamente, só que em lugares que distam 500 km um do outro (assim que, ao final, Cesare foi acusado de executor de um e idealizador de outro). Cesare foi julgado pelos 4 homicídios na Itália, a revelia, e condenado a prisao perpétua.

Quatorze anos atrás, quando estava refugiado na França, a Itália pediu sua extradição. O processo é julgado e a extradição negada. Cesare passa então a viver em Paris.

Em 2006, no entanto, a Itália pede outra vez a extradição de Bastiti à França. Batistti é preso e uma grande campanha, inclusive da midia corporativa, pede para que ele seja solto. Várias milhares de mobilizações são feitas pela sua liberdade.

De uma hora para outra, de acordo com o relato do proprio Cesare em seu livro, a grande mídia começa a mudar sua posição. O antes injusticado italiano, que estava sendo julgado duas vezes sem que o processo apresentasse nenhum elemento novo, passa a ser retratado por todos os grandes jornais como um assassino cruel, um terrorista, um monstro. A extradição é concedida no dia 30 de junho.

Alguns meses depois, um jornal italiano publica o que se sabia sobre a negociação com a França pela extradição de Batisti. Segundo o redator, em troca da extradição, a Itália estava assinando um acordo para a linha Lyon-Turim do TGV (trem bala), prometia uma participação na compra do Airbus e um sim ao novo tratado constitucional europeu.

A vida inteira de um homem tinha sido negociada.

Cesare, com algum apoio, foge pro Brasil. Fica algum tempo em liberdade, no Rio, até que é preso outra vez em março do ano passado. A Itália então pede a extradição ao Brasil.

Só 10 meses depois de sua prisão Cesare passa por seu primeiro interrogatório. Foi aí que nós o vimos pela primeira vez, cobrindo o interrogatorio para o Centro de Midia Independente. Até entao, o processo não tinha andado e Cesare seguia confinado na Policia Federal de Brasília.

A pregunta que Cesare se faz todo o tempo no seu livro, "porque eu" -, ele sabe responder bem na entrevista que fazemos com ele: "Eles nunca me calaram. Uma das imagens que tem de mim é que eu estive todo esse tempo fugindo, me escondendo. Mas eu nunca deixei de atuar políticamente, mesmo que de maneira mínima."

Os seus livros são uma voz rebelde contra o esquecimento ao qual os poderosos da Itália querem relegar à decada de 70, quando não havia uma ditadura oficial instaurada, mas uma série de praticas fascistas, grupos paramilitares e terroristas pagos pelo governo, prisões, torturas de ativistas politicos. "Dos atentados a bomba perpetrados por certos departamentos de Estado, ninguém falava. As ações mortíferas de extrema direita, os golpes de estado organizados pela famosa Loggia P2 - de que fizeram parte o atual chefe do governo e seu ministro do interior - tudo isso tinha sido apagado." Sua voz nao deixa esquecer.

Cesare agora está escrevendo o terceiro livro da trilogía que conta essa parte da sua vida, a de eterno clandestino político. "Minha Fuga Sem Fim" é o primeiro e já foi lançado, o segundo esta detido com a Polícia Federal de Brasilia, dentro do computador de Cesare. O terceiro, ele escreve pouco a pouco, com as 5 folhas que tem direito por semana.

"Este tempo na cadeia tem servido de reflexão. Uma maneira de avaliar, de maneira mais distante, o que aconteceu ha 30 anos atrás."

E justo neste ano, se comemoram 40 anos do maio de 68. O ano que marcou por sua rebeldia, em que explodiram rebeliões na Europa e em especial na França, a geração da qual Cesare fez parte.

"O meu caso não pode ser analisado isoladamente. Temos que aproveitar esse caso para falar de tudo o que se conquistou em 68. As vezes fica a impressão de que tudo o que foi conquistado foi dado pelos governos. Os governos não nos deram nada de presente, tudo o que se conquistou foi pago com a vida e com a morte. Quando se pensa em 68, logo se associam imagens de guerrillas, terrorismo. A guerrilha foi uma pequena parte de tudo o que aconteceu. O movimento de 68 era um movimento de gente que queria viver, e não morrer. De Chumbo eram os anos deles. Os nossos eram os anos de amor".

A 40 anos de 68, aqueles momentos não pertencem nem aos governos, que revindicam as conquistas como benesses, nem àqueles e àquelas que participaram ativamente de tudo, mas que trocaram a atuação pelas "doces memorias de juventude".

1968 pertence a gente como Cesare, que com "um monte de amor que me acompanhava por toda parte, até na mais infame das celas italianas, tinha me ajudado a amar mais e, principalmente, a não baixar a cabeça.". Gente que não desistiu e não desiste, mesmo em momentos de refluxo. Aos e às zapatistas, aos e as piqueterxs, aos e às okupas, às Casas das Pombas, às barricadas de Oaxaca, aos e às catraqueirxs, aos e às sem terra, desempregadxs, a todos e todas que nao abandonaram o sonho e a luta por um mundo novo.


POSTAGEM ORIGINAL EM: http://cesarelivre.org/node/1

Seguidores