domingo, 14 de dezembro de 2008

continuo. . .


Tudo se complica quando crescemos, "ainda odeio todo mundo", apenas admiro dois ou três amigos, meu coração ainda tem uma grande parte negra, mas cresci e agora só quero ver todo mundo bem, quero coisas simples, trabalho, dinheiro, família e felicidade.
O tempo de "fundão de sala" se foi, e agora é tudo mais sério, mas "se pá" ainda sou aquele cara, sentado no fundo rindo de tudo, o cara que só queria saber de brincar. Hoje o tempo é bem menor, contado, mas isso é recompensado sim, a recompensa virá e mais cedo do que qualquer pessoa pode imaginar.
Agora é só conquistas, vitórias e tudo o que um mundo sério pode trazer, ficar velho talvez chato e sem graça, ficar rico, pobre, filhos, contas, enfim agora é tudo nosso (meu) e só uma frase vai reinar, "se não podemos estar juntos e parar, me sentarei sozinho e farei um brinde a vocês"

2 comentários:

Odraude Arievilo disse...

evolução ou re-evolução,
quem cresce fica neste meio fio...

Da hora o texto!

|| Allan Uchiha || disse...

Gostei de todos seus textos é vc que escreve da sua cabeça mesmo?
muinto inleligente você.
Você e as palavras se dão bem ... tsctsctsc'

Seguidores